Movimento e Rendimento Escolar

O Indicador de Rendimento, ou como nós chamamos no QEdu, Fluxo, é um conceito muito importante na educação brasileira. Primeiro, porque é ele que nos diz se os alunos estão permancendo na escola e avançando nos anos escolares. Segundo, que é um dos componentes utilizados no cálculo do Ideb.

Existem duas situações no Fluxo que impactam negativamente o Ideb. A primeira é quando ele abandona a escola durante o ano letivo, sendo registrado como movimento escolar, e a segunda é quando o aluno reprova no final do ano letivo, uma das possibilidades de rendimento escolar que o aluno pode obter no fim do ano e que é registrada no Censo.

Por movimento escolar entende-se a mudança de vínculo escolar de cada uma das matrículas relativas à escolarização ocorrida no período entre a data de referência do Censo Escolar e o encerramento do ano letivo. Existem três situações possíveis no movimento escolar da matrícula:

  1. Transferido: Quando a matrícula do aluno foi formalmente desvinculada de uma escola;
  2. Deixou de frequentar: Quando houve abandono da escola, ou seja, o aluno deixou de frenquentar a escola antes da conclusão do ano letivo, não tendo sido formalmente desvinculado  por transferência, portanto a sua matrícula não possui registro de rendimento;
  3. Falecido: Quando o aluno faleceu antes do término do ano letivo.

O redimento escolar é a situação de êxito ou insucesso do aluno, por matrícula, ao final do ano letivo. São duas as situações possíveis para o rendimento escolar de cada matrícula:

  1. Aprovado: Quando conclui o ano escolar com sucesso. Portanto, está apto a se matricular na etapa seguinte, no ano seguinte;
  2. Reprovado: Quando não obtém êxito na conclusão do ano letivo. Portanto, não está apto a se matricular na etapa seguinte, no ano seguinte.

Para entender melhor esses conceitos, leia também:

Taxas de Rendimentos

Evasão Escolar

Distorção Idade-Série